Internacional

  1. Notícias
  2. Internacional
  3. EUA irão fechar embaixada em Kiev e realocar operações diplomáticas na Ucrânia
Imagem: Reprodução / Wikipedia

EUA irão fechar embaixada em Kiev e realocar operações diplomáticas na Ucrânia

O Departamento do Estado dos EUA ordenou a destruição de equipamentos de rede e estações de trabalho de computadores e o desmantelamento do sistema telefônico da embaixada


Por Estadão conteúdo

Os Estados Unidos estão fechando sua embaixada na capital ucraniana, Kiev e realocando suas operações para 548 quilômetros a oeste, para Lviv (também conhecida como Lemberga), próxima à fronteira com a Polônia. A movimentação se dá à medida que aliados dos americanos alertam para um ataque iminente da Rússia contra a Ucrânia.

Como parte da estratégia, o Departamento do Estado dos EUA ordenou a destruição de equipamentos de rede e estações de trabalho de computadores e o desmantelamento do sistema telefônico da embaixada, de acordo com autoridades norte-americanas familiarizadas com o assunto e comunicações internas analisadas pelo jornal The Wall Street Journal. Esses movimentos tornam a embaixada de Kiev inoperante como uma instalação diplomática.

Neste domingo (13), 56 funcionários da embaixada e materiais confidenciais chegaram ao Aeroporto Internacional Dulles, perto de Washington, de acordo com as comunicações internas.

O Departamento de Estado disse que adotou todas as precauções necessárias para proteger materiais classificados como parte da retirada.

Um dia antes, a embaixada dos EUA em Kiev afirmou que a maioria de seus diplomatas recebeu ordens de deixar a Ucrânia em meio à ameaça de um ataque russo. Apenas um grupo central de diplomatas ficaria em Lviv. Um alto funcionário dos EUA disse, no entanto, que a embaixada permaneceria aberta em Kiev e que o Departamento de Estado não estava suspendendo suas operações no local.

O secretário de Estado, Antony Blinken, conversou hoje com seu homologo ucraniano, Dmytro Kuleba, e garantiu que os EUA continuam comprometidos com a estabilidade econômica e a segurança de longo prazo da Ucrânia.

 

Colunistas

Carregando...

Enquete

Carregando...

Saiba mais