Internacional

  1. Notícias
  2. Internacional
  3. Ucrânia condena soldado russo à prisão perpétua; Zelensky pede 'sanções máximas' em Davos
Imagem: Twitter / @mvs_ua / Reprodução

Ucrânia condena soldado russo à prisão perpétua; Zelensky pede 'sanções máximas' em Davos

Conflito se arrasta no Leste Europeu desde 24 de fevereiro


Por Lucas Rage

A invasão Russa na Ucrânia teve o seu primeiro crime de guerra julgado. 

O sargento russo Vadim Shishimarin, de 21 anos, foi condenado à prisão perpétua nesta segunda-feira (23), por ter atirado contra um civil ucraniano em um vilarejo próximo a Kiev.

Com o julgamento, Shishimarin se torna o primeiro criminoso de guerra do confronto entre a Ucrânia e a Rússia. A Rússia nega ter civis como alvo ou envolvimento em crimes de guerra.

Zelensky pede ‘sanções máximas’ em Davos

O presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, discursou hoje durante a abertura do Fórum Econômico Mundial, em Davos.

Durante seu discurso, Zelensky voltou a pedir “sanções máximas” à Rússia.

"Nós oferecemos ao mundo um precedente do que pode acontecer quando uma guerra destrói a liberdade das pessoas" afirmou Zelensky em sua fala, que foi aplaudida por líderes internacionais.

Colunistas

Carregando...

Enquete

Carregando...

Saiba mais