Carregando...

Meio ambiente

Cúpula do Clima: Presidente Bolsonaro quer 'neutralidade climática' no Brasil até 2050

Compromisso foi firmado em discurso durante a Cúpula do Clima. Presidente anunciou reforço na fiscalização ao desmatamento ilegal, e pediu valorização do crédito de carbono

Por Lucas Rage

O presidente Jair Bolsonaro se comprometeu em reduzir as emissões de poluentes no Brasil em 40%, até 2030.

Compromisso foi firmado durante a Cúpula do Clima, encontro que reúne 40 líderes mundiais e acontece até amanhã, em formato virtual.

Bolsonaro se comprometeu ainda alcançar a neutralidade climática no Brasil até 2050. “Reduziremos em 10 anos a sinalização anterior”, afirmou.

O presidente pediu ainda “justa remuneração” por serviços ambientais prestados pelo país. “Mercados de carbono são cruciais como fonte de recursos", afirmou Bolsonaro.

Ainda em sua fala, Bolsonaro afirmou que o Brasil é responsável por apenas 3% da emissão de poluentes globais. “Contamos com uma das matrizes energéticas mais limpas, com renovados investimentos em energia solar, hidráulica e biomassa”, disse. “Produzimos mais utilizando menos recursos”, explicou Bolsonaro, ao falar sobre a agricultura.

Sobre os desmatamentos ilegais, Bolsonaro se comprometeu em eliminar a prática no país, até 2030. “Com isso, reduziremos em quase 50% nossas emissões”, afirmou o presidente, que classificou a tarefa como “complexa”. 

“Devemos melhorar a vida dos mais de 23 milhões de brasileiros que vivem na Amazônia”, completou.

Veja o discurso completo de Bolsonaro



Enquete

Carregando...

Colunistas

Carregando...

Podcasts

Carregando...

Saiba mais