Mercado Automotivo

  1. Notícias
  2. Mercado Automotivo
  3. O que esperar do primeiro Jeep 100% elétrico?
Imagem: Jeep / Divulgação

O que esperar do primeiro Jeep 100% elétrico?

Modelo ainda sem nome foi apresentado nesta semana pelo grupo Stellantis e ficará posicionado abaixo do Renegade


Por Marcello Oliveira

O grupo Stellantis, dono de marcas como Fiat e Jeep, anunciou recentemente que em 16 anos não haverá mais nenhum veículo a combustão no portfólio das 14 marcas que sob seu comando. Essa é uma estratégia global e o Brasil está envolvido nela. Em outras palavras, significa que dentro deste período, toda a gama disponível para o mercado brasileiro será substituída.

O primeiro desses modelos elétricos será um SUV de pequeno porte que chegará no início de 2023 pela marca Jeep e logo em seguida, até o início de 2024, uma versão elétrica da picape 1500, da RAM.

O pequeno Jeep ainda não teve o nome divulgado, mas já se sabe que será um carro compacto, que ficará posicionado em um degrau abaixo do Renegade, hoje o menor SUV da marca. O Renegade, aliás, deve em breve ganhar uma versão elétrica no Brasil, que já existe lá fora. Hoje, para o mercado brasileiro ele é ofertado apenas com motor flex 1.3 turbo de 185 cv.A picape será uma candidata a enfrentar a Ford F-150 elétrica, nos Estados Unidos e que por enquanto não deve vir para o Brasil.

O SUV que chega em 2023 será o primeiro projeto 100% elétrico da Jeep.

O plano da Stellantis se chama “Dare Forward”, ou “Futuro ousado”, em português e ele tem como meta reduzir a emissão de carbono em 50% até 2030. Por isso que até lá, 100% dos modelos do grupo na Europa serão elétricos e 50% nos Estados Unidos.

No Brasil,o grupo sabe que carro elétrico atualmente só é acessíveis aos mais ricos, mas pretende contribuir para que seja uma tecnologia acessível a todos os perfis de consumidores.

Colunistas

Carregando...

Enquete

Carregando...

Saiba mais