Carregando...

Mundo

A vacina russa Sputnik V tem eficácia de 91,6% contra a Covid-19 em suas manifestações sintomáticas. É o que aponta uma análise dos testes clínicos publicada nesta terça-feira pela revista médica The Lancet e validada por especialistas independentes.

O fármaco russo já está sendo administrado na Rússia e em outro países, como Argentina e Argélia. Os primeiros resultados verificados corroboram as afirmações iniciais da Rússia, recebidas com desconfiança no ano passado pela comunidade científica internacional.

A Sputnik V ficaria, assim, entre as vacinas mais eficazes, próxima dos imunizantes da Pfizer/BioNTech e da Moderna. Nas últimas semanas, algumas autoridades na Europa solicitaram que a Agência Europeia de Medicamentos (EMA) avaliasse rapidamente a vacina russa.

Os resultados publicados na revista The Lancet procedem da última fase dos testes clínicos, que reuniu quase 20 mil voluntários.

Enquete

Carregando...

Colunistas

Carregando...

Podcasts

Carregando...

Saiba mais