Carregando...

Nacional

Imagem: TV Globo / Divulgação

Só 3,68% das mortes por covid-19 são de pessoas vacinadas, como Tarcísio Meira

Morte do ator Tarcísio Meira levantou novamente a questão sobre a eficácia das vacinas, mas números do Ministério da Saúde mostram que internações de pessoas vacinadas não chegam a 3% do total de hospitalizações por covid-19

Por Marcello Oliveira

A morte do ator Tarcísio Meira, de 85 anos, na manhã desta quinta-feira (12) após complicações causadas por covid-19, levantou novamente a discussão sobre a real eficácia das vacinas. O ator já havia sido imunizado em março e estava com o esquema vacinal completo, com a vacina Coronavac. 

Apesar de raro, o caso de Tarcísio não é isolado, pois as vacinas não impedem completamente a infecção pelo vírus, mas sim dificulta que alguém contraia a doença. Se o vacinado ainda assim contrair a covid-19, o sistema imunológico reconhecerá o vírus por causa da vacina aplicada anteriormente e assim combaterá a infecção para que a doença não se torne grave. Resumindo: de acordo com os cientistas, o papel das vacinas é evitar os sintomas graves, internações e, consequentemente, a morte do infectado

Um estudo da Info Tracker, a plataforma de monitoramento da pandemia das universidades estaduais paulistas USP e UNESP analisou dados do Ministério da Saúde e concluiu que 9.878 brasileiros morreram por covid-19 mesmo com o esquema vacinal completo. O período analisado foi de 27 de fevereiro a 27 de julho. O total de óbitos mesmo com as duas doses da vacina representa 3,68% do total de mortos por covid-19 neste período

Das 9.878 pessoas vacinadas e que faleceram pela infecção do coronavírus, 8.734 tinham mais de 70 anos. Isso ocorre porque, além de, até o momento, nenhum dos imunizantes utilizados protegem 100% contra a infecção (mas reduzem fortemente as chances de se desenvolver um quadro grave da doença), os idosos produzem menos anticorpos.

Os dados do Governo Federal também mostram a robustez das vacinas quando analisadas as internações. As pouco mais de 28 mil internações de pessoas que tomaram as duas doses da vacina representam menos de 3% do total de mais de 1 milhão de casos registados. Deste total de 28.660 internados com o ciclo vacinal completo, 23.350 foram idosos com mais de 70 anos. 

Apenas a 1ª dose

A pesquisa aponta que 65 mil pessoas foram internadas e 22 mil pessoas que tomaram apenas a primeira dose da vacina contra a covid-19, morreram em decorrência da doença. O total de internações neste período foi superior a 1 milhão.

Enquete

Carregando...

Colunistas

Carregando...

Podcasts

Carregando...

Saiba mais