Carregando...

Opinião

Imagem: Jason Nelson / Freeimages

A palavra é livre, mas deve ser responsável

Palavra sem responsabilidade não é palavra, é arma

Notícias

Paulo Leite

Jornalista dos programas Central 98 e 98 Talks


Não, em hipótese alguma o direito à expressão pode ser cerceado. Jamais deixaria de garantir com a minha vida o direito de que você expresse sua opinião. Porém, palavra sem responsabilidade não é palavra, é arma. 

Aquilo que eu digo, o que tu dizes e o que ele(a) diz tem que ser parceiro da verdade, não a absoluta, mas aquela que pode ser colocada à prova do que o outro contradiz. 

O que vemos hoje são uns não querendo ouvir a livre expressão dos outros. Somente o que digo é a expressão da verdade. Essa sociedade doente permite que o mal contamine todos os atores da vida brasileira. Os senhores da casa suprema do judiciário brasileiro sofrem do mesmo contágio e ultrapassam seus deveres constitucionais quando arbitram o que, como, onde e quando pode ser dito.

Ora, se o que alguém diz me incomoda o confronto deve ser no campo das ideias e nesse lugar não cabe a autoridade. Claro é, se o que eu digo calunia, difama ou causa injúria em alguém minhas palavras devem ser tratadas com o rigor da lei que pune tais crimes.

Não cabe no lugar da liberdade a imposição do silêncio. Não cabe no lugar da expressão a força. Não cabe no lugar da troca de informação o braço pesado de quem se faz valer do poder para exigir uniformidade de pensamento.

A ditadura tem mais que a face dura das armas, que os porões da repressão. Por vezes é cuidado ela vem disfarçada do cumprimento unilateral da lei.

* Esta coluna tem caráter opinativo e não reflete o posicionamento do grupo.
Enquete

Carregando...

Colunistas

Carregando...

Podcasts

Carregando...

Saiba mais