Carregando...

Opinião

Imagem: Reprodução / Internet

De ignorante e louco, todo mundo tem um pouco…

Notícias

Rodrigo Carneiro

CEO e Diretor Artístico da Rádio 98 FM e colunista do programa 98 Talks


Me chamem de louco, mas precisamos aceitar a nossa ignorância e com isso começarmos a questionar as nossas certezas e aceitar a nossa incapacidade de sabermos de tudo. É quase um ato de liberdade, onde nos orgulhamos das duvidas em um mundo imerso de certezas.

Me chamem de louco, mas sinto saudades das minhas dúvidas, dores e medos em um mundo onde todos se tornaram especialistas de tudo, capazes de julgar a todos. 

Como é sofrido conviver com quem sabe de tudo um pouco, professores de Deus que ensinam o que não aprenderam com a experiência daquilo que também não viveram. 

Aceitamos assim, qualquer verdade que nos é conveniente, alinhada com a nossa expectativa ideológica e rasa. Nutrimos de superficialidade o nosso Ego e enchemos de vaidade a nossa razão. Estamos sempre prontos para julgar.

Me chamem de louco, mas como eu gosto e valorizo os questionadores que não aceitam qualquer resposta e não se satisfazem com pouco. Os famintos por perguntas que não vomitam certezas frágeis e descartáveis. Neste oceano de dúvidas nos banhamos de humildade e respeito por tudo aquilo que não sabemos. 

Como é bonita a pessoa que nos ouve, disposta a aprender e assim quem sabe até, mudar de opinião. 

Pode parecer bobo, mas precisamos urgente deixar as pessoas falarem e com isso reaprender a escutar de verdade os outros. Quem sabe descobriremos que somos todos diferentemente iguais. Nem mais, nem menos.

* Esta coluna tem caráter opinativo e não reflete o posicionamento do grupo.
Enquete

Carregando...

Colunistas

Carregando...

Podcasts

Carregando...

Saiba mais