Carregando...

Opinião

Imagem: Carlos Arribas / Pexels.com

Novo anormal na era digital

Tem tempos de multitelas e hiperconectividade, o problema não é a quantidade de informação — e sim a qualidade delas

Notícias

Rodrigo Carneiro

CEO e Diretor Artístico da Rádio 98 FM e colunista do programa 98 Talks


Você acorda, pega o celular, abre as redes sociais, se atualiza do tempo, temperatura, últimas notícias, grupos de Whatsapp e pula da cama. Ao entrar debaixo do chuveiro a sua cabeça já tem mais informações que qualquer ser humano absorvia em um dia inteiro na era analógica

Podem me julgar, mas eu acho isso fantástico

Sim, você ter a oportunidade de, na palma da sua mão, ter um volume infinito de updates em poucos minutos do seu dia — é simplesmente incrível

Desculpem-me os médicos, terapeutas e críticos digitais. Não sou especialista em problemas psíquicos e neurológicos que a tela pode me causar.

Até acredito que deve fazer mal mesmo. Mas seguindo o meu guia politicamente incorreto, tem coisa que devemos aprender a lidar sem ficarmos reféns dos manuais de etiquetas que a vida digital nos impõe. (Dos males, o menor 🙄) 

O problema não é a quantidade de informação, e sim a qualidade dela. (Filtrar é o desafio)

Na dúvida, duvide do que lhe for conveniente, fure a sua bolha indo atrás de outros pontos de vista que confrontem as suas verdades. Questione sempre, mas tenha paciência com quem pensa diferente. O mundo não precisa de mais um chato Professor de Deus. (Destes, temos o suficiente 🙄) 

Por último lembre-se, ao sair de casa use sempre filtro solar.

* Esta coluna tem caráter opinativo e não reflete o posicionamento do grupo.
Enquete

Carregando...

Colunistas

Carregando...

Podcasts

Carregando...

Saiba mais