Opinião

  1. Notícias
  2. Opinião
  3. Pontes sobre o Rio São Francisco - A manifestação de Jarbas Soares Júnior
Imagem: Agência Minas / Divulgação

Pontes sobre o Rio São Francisco - A manifestação de Jarbas Soares Júnior


Notícias

Camila Dias

Advogada e bacharel em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo, especialista em Estudos de Criminalidade e Segurança Pública


Ainda com um traço na pesquisa em 2018, o então candidato a Governador de Minas Gerais, Romeu Zema, que tinha comércio em São Francisco e em toda região, conhece bem as dificuldades daquele povo, gravou este vídeo, filmado pelo meu conterrâneo com a luz de uma caminhonete, o então candidato a Deputado Federal, Rafhael Tavares, se comprometendo a construir a ponte sobre o Rio São Francisco que liga o Norte de Minas a Brasília, caso eleito. 


No acordo da Vale com o Poder Público, foram contempladas três pontes sobre o velho rio: em Manga, em São Francisco e em São Romão, todas no Norte de Minas.

seis hospitais regionais também em regiões diferentes do estado, inclusive em regiões não atingidas pela lama de rejeitos da tragédia. Todos os 853 municípios de Minas receberam recursos, etc. Esses recursos estão ligados ao ressarcimento ao estado pelos danos à sua economia, e não em relação somente aos danos ambientais e sociais na região de Brumadinho.

Mas a irresponsabilidade, para não dizer outra coisa, de parte imprensa de outro estado manipula fatos e usa da boa-fé dos meus conterrâneos para difundir versões que visam desacreditar o Ministério Público de Minas Gerais nesta hora que estamos diante de desafios extraordinários, o MPMG precisa cobrar medidas e ressarcimento, todos sabem. 

Enfim, ficam algumas perguntas: quem está por trás disto? Quais os interesses os sustentam? Por que a imprensa de outro estado se interessa por uma mediocridade dessa? E, por fim, qual a ética foi violada? A jornalística? Apesar de todas as informações prestadas, a maldade alastra, não interessam as repostas, mas a sujeira, sim

É por isto que cada vez surgem fontes alternativas de consulta à população. Logo esse tipo de imprensa vai desaparecer. Como diz o ditado popular, ninguém bate em cachorro morto. Ou os cães ladram, a caravana passa, ensinam os árabes . Sigamos!!

*Texto escrito pelo Procurador-Geral do MPMG, Jarbas Soares Júnior

* Esta coluna tem caráter opinativo e não reflete o posicionamento do grupo.
Colunistas

Carregando...

Enquete

Carregando...

Saiba mais