Carregando...

Polícia


O cantor Belo pode ser solto ainda nesta quinta-feira (18). A medida é assinada pelo desembargador Milton Fernandes de Souza, e atende a pedido de habeas corpus da defesa do músico.

Belo foi alvo da Operação “É o que eu mereço”, que investigou a realização de um show clandestino em uma escola pública do Complexo da Maré, durante o Carnaval. O evento não tinha autorização para ser realizado, devido à pandemia da Covid-19.

A apresentação aconteceu na noite de sexta e se estendeu pela madrugada de sábado na escola Professor César Pernetta, que faz parte do Centro Integrado de Educação Pública (Ciep).  

Por meio de nota, Belo pediu desculpas pela realização do evento, e afirmou estar ciente da crise sanitária que assola o país.

O cantor argumentou ainda que o show foi legalmente contratado pela produtora Série Gold, e questionou o fato de eventos culturais em outras regiões da cidade não terem sido alvo de investigação. 

Belo vai responder pelos crimes de  infração de medida sanitária, crime de epidemia, invasão de prédio público e associação criminosa.

Enquete

Carregando...

Colunistas

Carregando...

Podcasts

Carregando...

Saiba mais