Carregando...

Polícia

Polícia Civil diz que não houve crime na perda de vacinas em Igarapé

Não haverá indiciamento. Inquérito aponta que houve falha na regulagem da temperatura do equipamento termostato durante o fim de semana sem expediente

Por Fernando Motta

A Polícia Civil concluiu o inquérito sobre a perda de 229 doses de vacinas contra a Covid-19 em Igarapé, na região metropolitana de Belo Horizonte. Segundo a corporação, não houve prática criminosa.

As doses perdidas estavam em um dos três refrigeradores da sala de vacinas, localizada na Policlínica Inácio Caetano de Andrade, no Centro da cidade.

O problema ocorreu no fim de semana do dia 13 de fevereiro e só foi constatado na manhã de segunda-feira (15), quando as funcionárias da equipe de vacinação iniciaram seu turno de trabalho e verificaram que o equipamento estava com temperatura alterada, registrando 36,6 C°, quando não deveria passar de 8 C°.

A investigação aponta que houve falha na regulagem da temperatura do equipamento termostato durante o fim de semana sem expediente.

Na ocasião, a vacinação chegou a ser suspensa em Igarapé. Ainda na semana do incidente, o Governo de Minas repôs as doses e deu sequência à imunização no município.

Enquete

Carregando...

Colunistas

Carregando...

Podcasts

Carregando...

Saiba mais