Carregando...

Polícia

Tiroteio no Rio deixa pelo menos 25 mortos

Troca de tiros começou duranteouperação da Polícia Civil que investiga o recrutamento de crianças para trabalhar no tráfico de drogas

Por Marcello Oliveira

Um intenso tiroteio no Rio de Janeiro na manhã desta quinta-feira (06) deixou pelo menos 25 mortos. Uma das vítimas é o policial civil André Farias.

 A troca de tiros aconteceu na comunidade do Jacarezinho, na zona norte da cidade, durante a Operação Exceptis. A ação é coordenada pela Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA), com o apoio do Departamento Geral de Polícia Especializada (DGPE), do Departamento Geral de Polícia da Capital (DGPC) e da Coordenadoria de Recursos Especiais (Core).

Segundo a corporação, a DPCA recebeu denúncias de que traficantes vêm aliciando crianças e adolescentes para integrar a facção que domina o território. “Esses criminosos exploram práticas como o tráfico de drogas, roubo de cargas, roubos a transeuntes, homicídios e sequestros de trens da Supervia, entre outros crimes praticados na região”.

O setor de inteligência da polícia identificou 21 integrantes do grupo, sendo possível “caracterizar a associação dessas pessoas com a organização criminosa que domina a região, onde foi montada uma estrutura típica de guerra provida de centenas de 'soldados' munidos com fuzis, pistolas, granadas, coletes balísticos, roupas camufladas e todo tipo de acessórios militares”.

De acordo com a Polícia Civil, a região do Jacarezinho é um dos quartéis-generais da facção Comando Vermelho na zona norte e abriga “quantidade relevante de armamentos” protegidos por barricadas e táticas de guerrilha adotadas pelo grupo criminoso.

 

Enquete

Carregando...

Colunistas

Carregando...

Podcasts

Carregando...

Saiba mais