Carregando...

Política

Imagem: Guilherme Bergamini/ALMG

Acordo da Vale será votado pela ALMG se governo cumprir combinado, diz Patrus

A declaração foi dada pelo presidente da Assembleia em entrevista coletiva nesta segunda-feira

Por João Henrique do Vale

O impasse entre o Governo de Minas e deputados estaduais sobre o acordo da Vale pela reparação dos danos do rompimento da Barragem de Brumadinho, na Grande BH, continua. O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Agostinho Patrus (PV), afirmou, nesta segunda-feira, que o legislativo está pronto para votar o projeto de lei, desde que o Governo do Estado encaminhe à Casa um texto substitutivo cumprindo acordo feito anteriormente. 

O presidente da ALMG afirmou que a votação do projeto não ocorreu na semana passada, como estava previsto, porque o governo não cumpriu o que havia sido acertado com a ALMG, horas antes, quanto ao repasse dos recursos aos municípios. Segundo Patrus, foi acordado que os recursos seriam repassados de forma equânime e direta aos 853 municípios mineiros, sem a necessidade de convênios ou qualquer procedimento burocrático.

 “Buscamos a forma mais democrática e menos burocratizada. Infelizmente o Governo do Estado não cumpriu essa forma que havia sido acordada e ficamos muito desapontados quando a palavra deixou de ser cumprida duas horas depois de fechado o acordo para que o recurso fosse transferido de forma direta, equânime e transparente para todos os 853 municípios”, afirmou o presidente da ALMG.

 O parlamentar completou dizendo que “se o governo enviar um substitutivo” o projeto poderá ser votado.  

Representantes do Governo de Minas convocaram uma entrevista coletiva para falar sobre o assunto. Participam os secretários de Governo, Igor Eto, Geral, Mateus Simões, e a secretária de Planejamento e Gestão, Luísa Barreto. 

Enquete

Carregando...

Colunistas

Carregando...

Podcasts

Carregando...

Saiba mais