Carregando...

Política

ALMG aprova auxílio emergencial de R$ 600 para famílias mineiras

O benefício faz parte do projeto Recomeça Minas, o plano de retomada da economia mineira

Por João Henrique do Vale

Em meio ao embate entre deputados estaduais e o governador Romeu Zema (Novo), o projeto de lei 2.442/21, chamado de Recomeça Minas, foi aprovado na Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG). O texto prevê auxílio de R$ 600 para famílias de extrema pobreza e parcelamento do ICMS para setores mais afetados pela pandemia de Covid-19

Na discussão inicial, o projeto previa o repasse de R$500 para as famílias de extrema pobreza. Porém, na manhã desta sexta-feira, o presidente da ALMG, Agostinho Patrus (PV), apresentou uma emenda que cria o programa Força Família para aumentar o auxílio para R$ 600. 

Em suas redes sociais, Patrus criticou o governador Romeu Zema (Novo), que celebrou a aprovação do repasse em suas redes sociais. Segundo o presidente da ALMG, a publicação de Zema não dava os créditos necessários ao Legislativo pelo projeto. 

O texto foi aprovado por 70 votos favoráveis e três contrários - Antonio Carlos Arantes (PSDB), Arlen Santiago (PTB) e Bartô (Novo). 

Agradecimento

Após a aprovação do projeto, o presidente Agostinho Patrus agradeceu aos deputados pela aprovação do projeto. “Minas finalmente vai recomeçar. Aprovamos em definitivo o Recomeça Minas. Agora, quem gera emprego e quem precisa trabalhar terão o incentivo necessário para se reerguer e seguir em frente. Isso é algo verdadeiramente novo no Estado”, afirmou.

“Vamos ajudar quem mais precisa. O amparo do Força Família aos mais pobres será fundamental neste momento de crise. R$ 600 serão destinados para mais de 1 milhão de famílias em extrema pobreza. Fôlego real para quem, muitas vezes, sequer tem o que comer”, completou. 

Enquete

Carregando...

Colunistas

Carregando...

Podcasts

Carregando...

Saiba mais