Carregando...

Política

Imagem: Divulgação/AMM

Antes favorito para assumir AMM, Marcos Vinicius Bizarro sofre resistência de prefeitos

Prefeito de Coronel Fabriciano fez uma série de críticas ao fechamento do comércio como medida de proteção contra o Covid-19; declarações polêmicas geraram desconforto

Notícias

Lucas Ragazzi

Jornalista dos programas Central 98 e 98 Talks, especialista em política


Favorito para assumir a presidência da Associação Mineira dos Municípios (AMM) ao final do mandato de Julvan Lacerda, o prefeito de Coronel Fabriciano, Marcos Vinicius Bizarro (PSDB) tem sofrido resistência de outros prefeitos por conta de declarações ao longo da pandemia.

Bizarro fez uma série de críticas ao fechamento do comércio como medida de proteção contra o Covid-19. As declarações polêmicas geraram certo desconforto em outros prefeitos que apoiavam o "lockdown".

Em março, Bizarro chegou a "desafiar" o governador Romeu Zema (Novo) por conta da aplicação da Onda Roxa - fase mais radical do programa Minas Consciente, em que boa parte do comércio seria fechada.

O prefeito de Coronel Fabriciano, atualmente, é vice-presidente da AMM.

* Esta coluna tem caráter opinativo e não reflete o posicionamento do grupo.
Enquete

Carregando...

Colunistas

Carregando...

Podcasts

Carregando...

Saiba mais