Carregando...

Política

Bolsonaro anuncia revogação do decreto sobre privatização de unidades do SUS

Em postagem nas redes sociais, Bolsonaro disse que "em momento algum sinalizava para a privatização do SUS".

Por Da Redação

O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta quarta-feira (28) em suas redes sociais que revogou o decreto que autorizava estudos sobre a inclusão das Unidades Básicas de Saúde (UBS) dentro do Programa de Parcerias de Investimentos da Presidência da República (PPI).

Segundo a Secretaria-Geral da Presidência da República, a divulgação da revogação ocorrerá ainda nesta quarta. Na postagem, Bolsonaro disse que "em momento algum sinalizava para a privatização do SUS".

"Temos atualmente mais de 4.000 Unidades Básicas de Saúde (UBS) e 168 Unidades de Pronto Atendimento (UPA) inacabadas. Faltam recursos financeiros para conclusão das obras, aquisição de equipamentos e contratação de pessoal", disse o presidente na postagem.

"O espírito do Decreto 10.530, já revogado, visava o término dessas obras, bem como permitir aos usuários buscar a rede privada com despesas pagas pela União", continuou.

Desde o momento de sua publicação, o decreto sofreu duras críticas da oposição.

Enquete

Carregando...

Colunistas

Carregando...

Podcasts

Carregando...

Saiba mais