Política

  1. Notícias
  2. Política
  3. Bolsonaro lança candidatura à presidência em convenção do PL no Rio; Braga Netto é oficializado como vice
Imagem: PL / Divulgação

Bolsonaro lança candidatura à presidência em convenção do PL no Rio; Braga Netto é oficializado como vice

Evento da legenda aconteceu no Maracanãzinho, na capital fluminense


Por Lucas Rage

A corrida presidencial começa oficialmente neste domingo (24) para atual chefe do Executivo, Jair Messias Bolsonaro.

O capitão reformado do Exército foi confirmado como candidato oficial à reeleição ao Palaio Planalto em evento do Partido Liberal (PL), realizado no Maracanãzinho, na Zona Sul do Rio de Janeiro.

O evento contou com a presença da base de apoio de Bolsonaro, com nomes como a deputada federal Carla Zambelli e os deputados federais Daniel Silveira e Onyx Lorenzoni. Também estiveram presentes o governador do Rio de Janeiro, Cláudio Castro e o ex-ministros da Saúde Eduardo Pazuello e Infraestrutura Tarcísio de Freitas.

A candidatura de Bolsonaro foi confirmada por votação virtual realizada por integrantes da legenda. Seu companheiro de chapa será o general Walter Braga Netto. Ex-ministro da Defesa e ex-assessor especial da Presid da República, Braga Netto assume a chapa de Bolsonaro no lugar do atual vice-presidente, General Hamilton Mourão, que disputará vaga ao Senado pelo Rio Grande do Sul

Além de Bolsonaro, o palanque também foi assumido por sua esposa, a atual primeira-dama Michelle Bolsonaro.

Tentativa de boicote

O lançamento da candidatura de Bolsonaro contou com o Maracãnazinho lotado de apoiadores, mas a cena poderia ter sido diferente.

Isso pois o evento foi alvo de boicote, por parte de internautas contrários à candidatura de Bolsonaro ao Planalto. Em um esforço para esvaziar a arena, pessoas adquiriram ingressos para a convenção - disponibilizados gratuitamente ao longo da última semana pela plataforma Sympla.

A estratégia foi denunciada à Polícia Federal, e os portões foram abertos sem a cobrança obrigatória do ingresso.

Auxílio Brasil em discurso

Durante seu discurso no Maracanãzinho, Bolsonaro confirmou que pretende manter o Auxílio Brasil em R$ 600, em 2023. Benefício passou por mudanças após a aprovação da PEC 001/2022 (que ficou conhecida como PEC das Bondades ou PEC Kamikaze). "Conversei com o ministro [da Economia] Paulo Guedes, esse valor será mantido no ano que vem", afirmou o presidente, que também abordou a atual situação econômica do Brasil. Segundo ele, as mudanças recentes na Petrobras e a consequente queda no valor dos combustíveis levará o país a uma deflação, nos próximos meses.

Colunistas

Carregando...

Enquete

Carregando...

Saiba mais