Carregando...

Política

Imagem: Divulgação

Braga Netto e Lira negam ameaça as eleições, diz Barroso

Ministro do TSE foi as suas redes sociais desmentir matéria publicada pelo Estado de S. Paulo nesta quinta-feira

Por Lucas Rage

O ministro da Defesa, General Braga Netto, negou ter ameaçado a realização das eleições presidenciais em 2022, caso o voto impresso auditável não seja implementado no Brasil.

A informação foi divulgada pelo presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Luís Roberto Barroso. Além de Braga Netto, o presidente da Câmara, Arthur Lira também teria negado a Barroso uma ameaça às eleições. 

Reportagem publicada hoje pelo Estado de S. Paulo afirmava que Braga Netto teria enviado um recado a Lira, em 8 de julho, alegando que não haveriam eleições em 2022 sem o voto impresso auditável. 

Em suas redes sociais, Barroso desmentiu a matéria.  "Conversei com o Ministro da Defesa e com o Presidente da Câmara e ambos desmentiram, enfaticamente, qualquer episódio de ameaça às eleições. Temos uma Constituição em vigor, instituições funcionando, imprensa livre e sociedade consciente e mobilizada em favor da democracia", afirmou o ministro a seus seguidores.

Enquete

Carregando...

Colunistas

Carregando...

Podcasts

Carregando...

Saiba mais