Carregando...

Política

Imagem: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Com obstrução intestinal, Bolsonaro será transferido para SP

A obstrução foi identificada depois de exames realizados no Hospital das Forças Armadas, em Brasília

Por João Henrique do Vale

O presidente Jair Bolsonaro (Sem Partido) terá que ser transferido para um hospital de São Paulo. Exames médicos realizados no Hospital das Forças Armadas, em Brasília, onde ele está internado desde a madrugada desta quarta-feira, identificaram uma obstrução intestinal

De acordo com a Secretaria Especial de Comunicação da Presidência da República, a transferência será para exames complementares. O médico Antônio Luiz Macedo, responsável por operar o presidente em 2018 após ele levar uma facada, está acompanhando o presidente. 

“Após exames realizados no HFA em Brasília, o Dr. Macedo, médico responsável pelas cirurgias no abdômen do Presidente da República, decorrentes do atentado a faca ocorrido em 2018, constatou uma obstrução intestinal e resolveu levá-lo para São Paulo onde fará exames complementares para definição da necessidade, ou não, de uma cirurgia de emergência”, afirmou a Secretaria Especial de Comunicação da Presidência da República, por meio de nota. 

Mais cedo, o ministro-chefe da Casa Civil, Luiz Eduardo Ramos, informou, por meio das redes sociais, que o presidente Jair Bolsonaro "está bem" e vai ficar "apenas em observação" após realizar alguns exames. 

A internação

Bolsonaro deu entrada no hospital das Forças Armadas, em Brasília (DF), nesta madrugada, com dores abdominais. Em função dos problemas médicos, a agenda oficial do presidente foi cancelada e a reunião que estava marcada entre os presidentes do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), da Câmara, Arthur Lira (PP-AL) e do Supremo Tribunal Federal (STF), Luiz Fux, prevista para hoje, será reagendada.

Post de Bolsonaro

Em postagem no Twitter, o presidente comentou sobre o seu estado de saúde e voltou a mencionar o atentado que sofreu. "Um atentado cruel não só contra mim, mas contra a nossa democracia. Peço a cada um que está lendo essa mensagem que jamais desista das nossas cores, dos nossos valores! Temos riquezas e um povo maravilhoso que nenhum país no mundo tem. Com honestidade, com honra e com Deus no coração é possível mudar a realidade do nosso Brasil. Assim seguirei!" escreveu. 

Enquete

Carregando...

Colunistas

Carregando...

Podcasts

Carregando...

Saiba mais