Carregando...

Política

Imagem: Reprodução / Câmara Municipal de Belo Horizonte

CPI da BHTrans é prorrogada por mais 30 dias

A dilação de prazo para as investigações foi aprovada em reunião desta quarta-feira

Por João Henrique do Vale

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da BHTrans foi prorrogada por mais 30 dias. A dilação do prazo das investigações foi aprovada, nesta quarta-feira, em reunião. 

Um dos motivos para a prorrogação dos trabalhos é a análise da Polícia Civil nos documentos da concessão do transporte público de BH de 2008. A documentação foi encontrada, após desaparecer da BHTrans. Os investigadores estão fazendo perícia para saber se há manipulação ou sumiço do material. Somente após esses trabalhos é que o processo será encaminhada para a CPI.

Após a aprovação, teve início o depoimento do secretário municipal de Governo, Adalclever Lopes. Ele é ouvido na condição de testemunha. 

A oitiva deverá elucidar questões relativas à possível tentativa de obstrução das investigações realizadas pela comissão. 

O depoimento foi requerido pelo presidente da CPI, vereador Gabriel (sem partido). Segundo ele, algumas medidas da Prefeitura vêm causando estranheza, como a suspensão de um comitê criado para repactuar contratos com as empresas de ônibus e reformular as tarifas cobradas dos passageiros.

O parlamentar afirma que, conforme informações internas da PBH, a decisão de suspender o grupo teria sido uma forma de retaliação à continuidade dos trabalhos da CPI. 

Enquete

Carregando...

Colunistas

Carregando...

Podcasts

Carregando...

Saiba mais