Carregando...

Política

Imagem: Divulgação/CMBH

Diretor de Planejamento da BHTrans deixa o cargo após depoimento polêmico em CPI

Na quarta-feira (23), Marx Couto afirmou que a empresa Maciel Consultores fez a auditoria das contas das empresas de ônibus sem respeitar critérios do contrato

Notícias

Lucas Ragazzi

Jornalista dos programas Central 98 e 98 Talks, especialista em política


Depois de ser ouvido pela CPI da BHTrans na Câmara de BH, na semana passada, o diretor de Planejamento e Informação da empresa, Daniel Marx Couto, deixou o cargo na noite da última sexta-feira (25). 

Segundo interlocutores, Marx Couto seria demitido após pressão de vereadores. Informado sobre a articulação, o diretor pediu para sair. 

Na quarta-feira (23), durante depoimento à CPI, Marx Couto afirmou que a empresa Maciel Consultores fez a auditoria das contas das empresas de ônibus sem respeitar critérios do próprio contrato. 

Em nota, a BHTrans afirma que Daniel Marx "foi licenciado, por 90 dias, para auxiliar a fornecer as informações e esclarecimentos técnicos relativos à execução do Contrato celebrado com a empresa MACIEL CONSULTORES LTDA".

* Esta coluna tem caráter opinativo e não reflete o posicionamento do grupo.
Enquete

Carregando...

Colunistas

Carregando...

Podcasts

Carregando...

Saiba mais