Carregando...

Política

Imagem: Reprodução

Grupo imobiliário que comprou o Othon Palace é presidido por filho de Antônio Luciano

Médico, Antônio Luciano Pereira Filho foi considerado, por muitas décadas, "dono da metade de Belo Horizonte" por conta de sua fortuna

Notícias

Lucas Ragazzi

Jornalista dos programas Central 98 e 98 Talks, especialista em política


A Alffa Participações, que arrematou em leilão o hotel Othon Palace, tem, entre o seu corpo de diretores, o empresário Antônio Luciano Neto, o "Lucianinho", filho primogênito do histórico magnata Antônio Luciano

Médico, Antônio Luciano Pereira Filho foi considerado, por muitas décadas, "dono da metade de Belo Horizonte" por conta de sua fortuna. A herança do magnata é, até hoje, alvo de discussões e processos na Justiça. Ele faleceu em junho de 1990, aos 77 anos.

Apesar de ser um dos diretores da Alffa, a coluna apurou junto a interlocutores e sócios da empresa que Lucianinho não ficará a frente da gestão do Othon.

Considerado o hotel mais tradicional de Belo Horizonte, o Othon foi comprado pela Alffa por R$ 32,4 milhões. Do montante arrematado, R$ 30 milhões devem ser pagos em até 5 dias úteis, enquanto o valor restante poderá ser dividido em até 10 vezes.

A Alffa também terá que pagar débitos para com a Prefeitura, referentes ao Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) do imóvel, avaliados em R$ 6 milhões.

* Esta coluna tem caráter opinativo e não reflete o posicionamento do grupo.
Enquete

Carregando...

Colunistas

Carregando...

Podcasts

Carregando...

Saiba mais