Política

  1. Notícias
  2. Política
  3. Kalil é alvo de ação por suposta irregularidade em propaganda política
Imagem: Reprodução / Twitter

Kalil é alvo de ação por suposta irregularidade em propaganda política

Candidato ao Governo de Minas é acusado pelo Novo de desrespeitar janela eleitoral


Por Lucas Rage

O ex-prefeito de Belo Horizonte e pré-candidato ao governo de Minas Gerais, Alexandre Kalil, se tornou alvo de uma ação na Justiça Eleitoral.

Representação foi protocolada nesta terça-feira (26), no Colegiado do Tribunal Regional Eleitoral (TRE/MG), e tem como autor o Diretório Estadual do Partido Novo em Minas Gerais.

Na ação, a legenda questiona a divulgação de propaganda eleitoral extemporânea, por parte da equipe de Kalil. Também são citados no documento o Twitter e Facebook, redes sociais utilizadas pelo empresário.

A publicação questionada foi divulgada nas redes sociais de Kalil na última segunda-feira (25). Na postagem, o ex-prefeito reage a comentários de cidadãos mineiros e menciona seu opositor nas urnas e atual governador de Minas Gerais, Romeu Zema (Novo).

“(...) o vídeo, amplamente veiculado, se revela verdadeira propaganda eleitoral extemporânea, com pedido explícito de voto, desequilibrando o pleito que se avizinha, devendo ser removido das redes sociais, bem como aplicada sanção pecuniária prevista na legislação eleitoral” afirma o Novo, na ação.

Na representação, os advogados Paulo Augusto Fortes e Lucas Bessoni Coutinho de Magalhães pedem o pagamento de multa de R$ 25 mil pela infração, conforme previsto no  art. 2, parágrafo 4º da Resolução TSE nº 23.610/19.

Colunistas

Carregando...

Enquete

Carregando...

Saiba mais