Política

  1. Notícias
  2. Política
  3. Lula em BH: Sem citar Kalil, ex-presidente diz que precisa construir alianças em Minas Gerais
Imagem: Victor Duarte / Rede 98

Lula em BH: Sem citar Kalil, ex-presidente diz que precisa construir alianças em Minas Gerais

Presidenciável pelo PT criticou Jair Bolsonaro e disse que a imprensa precisa pedir desculpas ao povo


Por Victor Duarte

O ex-presidente e pré-candidato pelo Partido dos Trabalhadores (PT), Luiz Inácio Lula da Silva, participou de comício nesta segunda-feira, no Expominas, em Belo Horizonte. Durante discurso, o presidenciável criticou o presidente Jair Bolsonaro e, sem citar o pré-candidato ao Governo de Minas Gerais, Alexandre Kalil (PSD), disse que ainda precisa construir alianças no Estado. O evento foi a primeira etapa da agenda de Lula no Estado. Ele ainda deve visitar as cidades de Contagem, na Região Metropolitana, e Juiz de Fora, na Zona da Mata mineira.

Lula não falou sobre a possível aliança com o ex-prefeito de Belo Horizonte. "Eu voltarei muitas vezes a Minas Gerais. Nós temos que fazer muitas conversas aqui em Minas Gerais, tem muitas coisa para ser acertada ainda. A gente tem que construir algumas alianças aqui no Estado. E eu estou com o coração aberto e com minha alma aberta", disse. 

O ex-presidente também criticou Jair Bolsonaro a quem chamou de fascista e "rei das fake news". Lula também fez críticas à imprensa. "Eu nem quero que a imprensa, que me acusou durante dois anos, peça desculpas para mim. Eu quero que a imprensa, humildemente, diga ao povo brasileiro, que eles vão pedir desculpas ao povo, porque, passaram dois anos mentindo, porque acreditaram na mentira do Bolsonaro, na mentira da Lava-Jato e dos procuradores", falou o ex-presidente.

Candidatura ao Senado

Um dos impasses para que Lula e o PT apoiem oficialmente a candidatura de Alexandre Kalil ao Governo é a vaga para o Senado Federal. O PSD insiste no nome de Alexandre Silveira, que assumiu a vaga de Antonio Anastasia este ano.

Já o PT quer Reginaldo Lopes, atual deputado federal, como candidato à Casa. Lopes discursou durante o evento e colocou a responsabilidade de sua candidatura sobre o ex-presidente e disse que está "à disposição" para concorrer a uma vaga no Senado.

Colunistas

Carregando...

Enquete

Carregando...

Saiba mais