Carregando...

Política

Imagem: Léo Fontes/98 Live

MP abre inquérito para apurar possíveis irregularidades em decreto de Kalil que limitou transporte público

Ato, na época, foi publicado como medida para conter a disseminação da covid-19

Notícias

Lucas Ragazzi

Jornalista dos programas Central 98 e 98 Talks, especialista em política


A 17ª Promotoria de Defesa do Patrimônio Público do MP de Minas abriu, na última sexta-feira, um inquérito para investigar possíveis irregularidades no decreto do prefeito Alexandre Kalil que reduziu a oferta de transporte público, em julho de 2020.

O decreto, na época, foi publicado como medida para conter a disseminação da covid-19. A pauta foi levada ao MP ainda naquele mês através de denúncia do vereador Gabriel Azevedo (sem partido).

Antes de instaurar o inquérito, a promotoria abriu outras duas etapas de apurações prévias sobre o tema.

* Esta coluna tem caráter opinativo e não reflete o posicionamento do grupo.
Enquete

Carregando...

Colunistas

Carregando...

Podcasts

Carregando...

Saiba mais