Carregando...

Política

Imagem: Dudu Almeida / 98 LIVE

No 98 Talks, Zema garante que todos os mineiros estarão imunizados até outubro

Governador de Minas participou ao vivo do programa da Rádio 98 e Rede Mais/Record TV; além da vacinação, Zema criticou os deputados por causa do impasse sobre o repasse do valor acordado com a Vale

Por Marcello Oliveira

O governador de Minas Gerais, Romeu Zema (Novo), participou ao vivo do programa 98 Talks, no estúdio da Rádio 98 e conversou com os presentes na bancada sobre a vacinação em Minas, o risco da terceira onda da pandemia de coronavírus no estado, o termo de reparação da Vale pela tragédia de Brumadinho e a relação com o poder legislativo.

O assunto que abriu o programa foi a vacinação em Minas Gerais contra a covid-19.

Todos os mineiros vacinados até outubro

Romeu Zema reafirmou que todos os mineiros adultos estarão imunizados até outubro. “O cronograma do mês de junho está sendo cumprido exatamente como o planejado e por isso eu digo que em outubro todos os mineiros estarão vacinados”, respondeu o governador que também informou que o estado está recebendo o número de doses suficiente que permite fazer essa projeção.

Sputnik

O Governo de Minas chegou a anunciar a compra de 200 mil doses da vacina russa Sputnik. “Desde o início da pandemia, nós entramos em contato com todos os laboratórios e todos disseram que não venderiam para estados, apenas para os países e a única que deu sinal positivo para compra foi o laboratório russo, então estamos aguardando a autorização ampla da ANVISA”, explicou Zema.

Educação

Zema afirmou que seu governo está dando atenção especial à educação. “Já reformamos mais de mil escolas e estamos programando para reformar mais mil”, disse. O governador lembrou que qualquer escola do estado que esteja com problemas estruturais pode solicitar a reforma e reestruturação. “Nós já temos dinheiro no caixa para isso, basta pedir”, afirmou.

Impasse com deputados

Mas o momento mais polêmico foi a discussão sobre o termo de reparação da Vale por causa do rompimento da barragem de Brumadinho. Questionado se haveria possibilidade de pacificação na relação com os deputados que pedem que o valor acordado seja repassado diretamente aos municípios, o governador disse que já pacificou demais e que agora a questão fica com os deputados. Algumas obras estão atrasadas por causa do impasse sobre como a verba será repassada, como a dos hospitais regionais de Teófilo Otoni e de Juiz de Fora. “Eu nunca passei a perna em ninguém, em toda a minha vida e não é agora que vou passar”, afirmou o governador. 

Confira a entrevista na íntegra em nosso canal oficial no YouTube!


Enquete

Carregando...

Colunistas

Carregando...

Podcasts

Carregando...

Saiba mais