Carregando...

Política

Imagem: Divulgação/Governo

Nomeações indicam maior aproximação do governo Zema com partidos da base

O Solidariedade integra a base de Zema na Assembleia Legislativa e possui dois deputados: Betinho Coelho e Professor Wendel

Notícias

Lucas Ragazzi

Jornalista dos programas Central 98 e 98 Talks, especialista em política


Muitas vezes criticado por se distanciar de partidos e políticos, o governo de Minas parece ter tomado outra direção nas últimas semanas. No sábado (26), por exemplo, a Secretaria de Governo nomeou, como assessor, o ex-candidato a vereador de Belo Horizonte Filipe Batista, do Solidariedade. A entrada de Batista na pasta foi vista como uma aproximação da gestão Zema ao partido.

O Solidariedade integra a base de Zema na Assembleia Legislativa e possui dois deputados: Betinho Coelho e Professor Wendel.

Aliás, a Segov também nomeou, em abril, como assessor, o ex-presidente do PSDB Jovem, Angelo Perucci. A aproximação do governo com o PSDB tem sido cada vez mais notada.


* Esta coluna tem caráter opinativo e não reflete o posicionamento do grupo.
Enquete

Carregando...

Colunistas

Carregando...

Podcasts

Carregando...

Saiba mais