Carregando...

Política

Imagem: Raphael Martinelle/Rede 98

Novas e abandonadas: vans para hospital em Divinópolis são abandonadas em lote de Contagem há pelo menos cinco meses

Questionada, a assessoria de imprensa do Hospital São João de Deus afirmou que as vans foram adquiridas com recursos próprios do hospital e em "parceria com a Associação dos Diabéticos de Contagem (ADIC)"

Notícias

Lucas Ragazzi

Jornalista dos programas Central 98 e 98 Talks, especialista em política


Três vans equipadas para realizar atendimentos odontológicos e que pertencem, segundo dados do Departamento de Trânsito de Minas Gerais (Detran-MG), à Fundação Geraldo Corrêa, administradora do Complexo de Saúde São João de Deus, em Divinópolis, estão abandonadas há pelo menos cinco meses em um lote no bairro Eldorado, em Contagem. O local fica a cerca de 140 quilômetros de distância do hospital proprietário dos consultórios móveis. 

Desde o final de junho, a reportagem da Rede 98 monitora o local e, em todas as idas ao lote, confirmou que os veículos estão lá. Eles estão em ótimas condições e, de fato, são novas. A documentação do Detran indica que as vans foram compradas em julho do ano passado e emplacadas em outubro de 2020


(Raphael Martinelle / Rede 98)

Lote vago, estacionamento ou lava-jato?

Imagens de satélite do Google Images indicam o lote em que as vans estão abandonadas era, até o meio de 2020, um terreno baldio. Agora, o local foi cimentado. Segundo vizinhos, os veículos chegaram por volta de março e, desde então, não recebem visitas. Na fachada, o espaço é identificado como lava-Jato, entretanto, o local aparenta não nunca ter recebido clientes.

O lote é de propriedade, de acordo com documentos da Prefeitura de Contagem, de um empresário falecido em 2008. Procurados pela reportagem, a família do suposto dono do terreno diz desconhecer o local e que o inventário do homem não faz referências ao endereço no bairro Eldorado. Na vizinhança, diz-se que o lote foi vendido há mais de uma década e, atualmente, pertence a um grupo político.

Parceria com Associação de Diabéticos

Questionada, a assessoria de imprensa do Hospital São João de Deus afirmou que as vans foram adquiridas com recursos próprios do hospital e em "parceria com a Associação dos Diabéticos de Contagem (ADIC)". A reportagem pediu acesso ao termo de parceria e documentação que formalizou o acordo entre a entidade privada e o Complexo de Saúde, mas teve a solicitação negada com o argumento de que, por "questões da Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais (LGPD)" não poderia fornecer o documento. 

Ainda segundo a assessoria do hospital, os atendimentos odontológicos não estão sendo realizados com as vans por conta da Resolução 7617, da Secretaria de Estado de Saúde (SES), que proíbe a realização de procedimentos cirúrgicos em regime de mutirão. A resolução citada foi feita e publicada em 21 de julho deste ano. A reportagem acompanha o paradeiro das vans no lote desde o final de junho

A nota do hospital diz, ainda, que os veículos encontram-se "devidamente abrigados em local apropriado" e que a "responsabilidade pela guarda e manutenção das vans em perfeitas condições é da Associação".

Esta reportagem terá continuação.


* Esta coluna tem caráter opinativo e não reflete o posicionamento do grupo.
Enquete

Carregando...

Colunistas

Carregando...

Podcasts

Carregando...

Saiba mais