Carregando...

Política

Imagem: Divulgação/PMMG

PM de Minas vai sempre trabalhar no campo constitucional, diz porta-voz da corporação

"A PM de Minas é uma instituição de Estado, e não de governo. Todas as missões constitucionais serão feitas, sobretudo no campo da preservação da ordem pública", diz tenente-coronel Flávio Santiago

Notícias

Lucas Ragazzi

Jornalista dos programas Central 98 e 98 Talks, especialista em política


Em meio à escalada de tensão em Brasília, e com uma nova crise aberta na Polícia Militar de São Paulo por conta do afastamento de um comandante que, no sábado (21), fez convocação para manifestação contra o Supremo Tribunal Federal, o porta-voz da Polícia Militar de MG, tenente-coronel Flávio Santiago, afirmou à coluna que a corporação irá sempre trabalhar no campo constitucional e ressaltou que a PM é uma instituição de Estado, e não de governo.

"A PM de Minas é uma instituição de Estado, e não de governo. Todas as missões constitucionais serão feitas, sobretudo no campo da preservação da ordem pública, independente de qualquer que seja o mandatário estadual ou federal. A PM vai sempre trabalhar e ratificar suas missões constitucionais", disse.

Nos últimos meses, o debate sobre o papel das polícias militares nos Estados, diante do cenário nacional de crise entre os Poderes, tem se intensificado.


* Esta coluna tem caráter opinativo e não reflete o posicionamento do grupo.
Enquete

Carregando...

Colunistas

Carregando...

Podcasts

Carregando...

Saiba mais