Carregando...

Política

Imagem: Divulgação/Cemig

Reunião na próxima quinta servirá como "aperitivo" para CPI da Cemig na ALMG

Expectativa entre os parlamentares é, de cara, já tentar levantar informações para ajudar na produção da comissão

Notícias

Lucas Ragazzi

Jornalista dos programas Central 98 e 98 Talks, especialista em política


A primeira reunião da CPI da Cemig na Assembleia de Minas está marcada para a próxima segunda-feira, quando o membro mais velho da comissão, deputado Hely Tarquinio (PV), vai abrir os trabalhos para a eleição dos postos de presidente e relator do colegiado. 

Só que na quinta-feira (1º), uma reunião do Assembleia Fiscaliza vai servir como "aperitivo" do que esperar da comissão investigativa. Para o dia, está marcada uma audiência com representantes da Cemig, da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico e deputados de cinco comissões temáticas da Casa. A expectativa entre os parlamentares é, de cara, já tentar levantar informações para ajudar na produção da CPI. 

Aliás, a CPI ainda não teve consenso para a eleição dos seus cargos mais importantes. O governo tentou emplacar os deputados Zé Guilherme (PP) e Zé Reis (Podemos) para ocupar um dos postos, mas não conseguiu. Tanto a presidência quanto a relatoria da comissão devem sair do blocão independente, tendo como favoritos os deputados Sávio Souza Cruz (MDB) e Cássio Soares (PSD). 

Além destes, também participam da CPI, como membros titulares, os deputados Professor Cleiton (PSB) e Beatriz Cerqueira (PT).

* Esta coluna tem caráter opinativo e não reflete o posicionamento do grupo.
Enquete

Carregando...

Colunistas

Carregando...

Podcasts

Carregando...

Saiba mais