Carregando...

Política

O Senado aprovou, por 55 votos a 10, a recondução de Augusto Aras para a Procuradoria-Geral da República (PGR). Aras precisava do apoio de ao menos 41 dos 81 senadores para continuar à frente da PGR por mais dois anos. Ele havia sido indicado pelo presidente Jair Bolsonaro ao cargo em 20 de julho.

Nesta terça-feira, 24, depois de mais de seis horas de sabatina, Aras foi sabatinado pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado por 21 votos a 6. O relator de sua nomeação na CCJ e no plenário foi o senador Eduardo Braga (MDB-AM). Aras é procurador-geral desde setembro de 2019.

O plenário do Senado aprovou, também, a indicação de Fernando Caio Galdi para o cargo de diretor da Comissão de Valores Mobiliários (CVM); o de Moacyr Rey Filho para o Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP); e o de Mário Henrique Aguiar Goulart Ribeiro Nunes Maia para o Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

Enquete

Carregando...

Colunistas

Carregando...

Podcasts

Carregando...

Saiba mais