Carregando...

Política

Imagem: Reprodução/TV ALMG

Superintendente da Cemig revela investigação interna na área de compras da empresa que levou a afastamento de funcionários

Segundo Lage, a Cemig compartilhou as informações com o Ministério Público e contratou a auditora Kroll para prosseguir com investigação independente. Mais um flanco de investigação que se abre na CPI

Notícias

Lucas Ragazzi

Jornalista dos programas Central 98 e 98 Talks, especialista em política


Em depoimento à CPI da Cemig, na ALMG, nesta segunda-feira (16), a superintendente da auditoria interna da estatal, Débora Lage, revelou que, após recebimento de denúncias, em 2020, foi iniciada apuração interna sobre a conduta de funcionários da área de Suprimentos. 

Meses depois, a Cemig chegou a ser comunicada pelo Ministério Público Estadual sobre um inquérito que também apurava irregularidades no setor. Segundo Lage, a Cemig compartilhou as informações com o Ministério Público e contratou a auditora Kroll para prosseguir com investigação independente. Mais um flanco de investigação que se abre na CPI.

Em janeiro deste ano, a Cemig afastou funcionários - entre eles o então superintendente de Suprimento e Logística, Paulo Vanelli, por conta das investigações.

* Esta coluna tem caráter opinativo e não reflete o posicionamento do grupo.
Enquete

Carregando...

Colunistas

Carregando...

Podcasts

Carregando...

Saiba mais