Política

  1. Notícias
  2. Política
  3. Tribunal Regional Eleitoral recebe eleitores para último dia de regularização do título
Imagem: Deborah Lima / Rede 98

Tribunal Regional Eleitoral recebe eleitores para último dia de regularização do título

Atendimento ao eleitor foi ampliado nesta quarta-feira, e acontece até as 17h


Por Lucas Rage e Déborah Lima

O dia está sendo de filas para quem precisar regularizar o título de eleitor. O prazo para colocar o documento eleitoral em dia se encerra hoje, também data-limite para jovens que desejam tirar o título.

Para receber a alta demanda de retardatários, o Tribunal Regional Eleitoral (TRE/MG) ampliou o horário de funcionamento do atendimento presencial. Em Belo Horizonte, acontece em dois endereços até às 17h: na Avenida Prudente de Morais, 100, no Cidade Jardim; e na Avenida do Contorno, 7036, no Lourdes.

No interior de Minas, o horário padrão é das 12h às 18h, mas alguns cartórios eleitorais estão com horário ampliado de atendimento. O TRE recomenda que eleitoras e eleitores liguem para o cartório eleitoral do seu município ou para o Disque-Eleitor para confirmar o horário de atendimento.

O Disque-Eleitor atende até às 22h hoje. Os telefones são 148 e (31) 2116-3600.

Atendimento virtual

As pendências e o pedido de primeira via do documento, além da transferência de município, podem ser solicitados pelo site Título Net.

Segundo o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), todos os cidadãos que fizerem as solicitações até às 23h59 desta quarta-feira serão atendidos. 

O tribunal esclarece que é preciso aguardar a análise dos pedidos, que deverão ser respondidos em até 30 dias. O andamento das solicitações também pode ser acompanhado pela internet.

No dia 11 de julho, o TSE vai divulgar o número de eleitores aptos a votar no pleito deste ano.

Balanço de atendimentos

Em abril, o sistema virtual do TRE recebeu 190.037 requerimentos em Minas Gerais. O número é 112% maior do que o registrado em março (89.578). Ainda assim, mais de 1 milhão de eleitores estão irregulares no estado.

Confira o total de jovens em Minas, de 16 e 17 anos, que já tinham tirado o título até 31 de março – última estatística disponível.

- 16 anos: 26.758 eleitores (136% maior que dezembro)

- 17 anos: 65.095 eleitores (53,3% maior que dezembro)

Consequências da falta de voto

Além de não poder votar em outubro, quem está com o título cancelado e não regularizar nem justificar, não poderá, por exemplo, obter passaporte ou carteira de identidade.

Tem consequência financeira também. A pessoa não pode solicitar empréstimos em bancos.

Além disso, o eleitor também fica impedido de se inscrever em concurso ou prova para cargo ou função pública, e tomar posse. Também não pode renovar matrícula em estabelecimento de ensino oficial ou fiscalizado pelo governo.

Colunistas

Carregando...

Enquete

Carregando...

Saiba mais