Carregando...

Política

Imagem: TV Brasil / Reprodução

Visita de Bolsonaro: Edital de licitação do metrô de BH sai em março de 2022

Presidente sancionou a privatização do modal e lançou o Centro Nacional de Vacinas

Por João Henrique do Vale

O presidente Jair Bolsonaro (Sem partido) sancionou, nesta quinta-feira, em Belo Horizonte, a lei que libera R$ 2,8 bilhões para o metrô de Belo Horizonte. O evento aconteceu na Cidade Administrativa, com a presença do governador Romeu Zema (Novo). A previsão é que o edital de licitação para a desestatização da Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU) seja publicado em março de 2022. O presidente também fez o lançamento do Centro Nacional de Vacinas, que será erguido na capital mineira. 


Serão repassados R$ 2,8 bilhões para a cisão da CBTU, além da alocação de recursos para a nova empresa a ser constituída. O montante será utilizado para a modernização da linha 1 do metrô, entre Belo Horizonte e Contagem, e a construção da linha 2, que vai do Bairro Calafate ao Barreiro. 

O Projeto de Lei do Congresso Nacional (PLN) já tinha sido aprovado no Congresso Nacional. O governador Romeu Zema afirma que o processo de desestatização da CBTU já deve ter início no primeiro trimestre do ano que vem.“O edital de concessão será publicado em março de 2022, garantindo a modernização do metrô e a construção da linha 2”, disse. “Tenho certeza que, com a concessão, será mais fácil a expansão, visto que a empresa terá interesse por ganhar mais passageiros”, completou. 

O ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, criticou governos anteriores que anunciaram obras do metrô que nunca saíram do papel. “Já foi anunciado outras quatro vezes”, disse. “Fizemos esforços para acabar com a situação crítica que é a mobilidade de Belo Horizonte”, completou. 

Centro Nacional de Vacinas 


Bolsonaro também participou do lançamento do Centro Nacional de Vacinas (CN Vacinas), que será criado em um terreno de 4.400 metros quadrados no Parque Tecnológico de Belo Horizonte (BH-TEC), instituição que tem a UFMG como sócia-fundadora e parceira estratégica. 

O CN Vacinas receberá um aporte de R$ 80 milhões, sendo R$ 50 milhões do governo federal e R$ 30 milhões do governo de Minas. “Teremos o primeiro centro do país. Isso é resultado do trabalho de excelência da UFMG. A obra terá início em janeiro de 2022”, afirmou Romeu Zema. 

BR-135 


Logo que iniciou o seu discurso, Bolsonaro deu uma boa notícia para os moradores do Norte de Minas Gerais. A BR-135, entre Manga e Itacarambi, será pavimentada. Segundo o presidente, a licitação foi assinada nesta quinta-feira pelo ministro Tarcísio de Freitas, do Ministério da Infraestrutura. 

Enquete

Carregando...

Colunistas

Carregando...

Podcasts

Carregando...

Saiba mais