Saúde

  1. Notícias
  2. Saúde
  3. BH volta ao vermelho em ocupação de leitos de enfermaria para covid-19
Imagem: Arte: reprodução internet

BH volta ao vermelho em ocupação de leitos de enfermaria para covid-19

Índice mostra estado de alerta máximo; não há mais leitos disponíveis na rede pública de saúde


Por Marcello Oliveira

A Secretaria Municipal de Saúde divulgou no início da noite desta segunda-feira (03) o boletim epidemiológico de Belo Horizonte e que traz a ocupação de enfermarias exclusivas para a covid-19 com alerta máximo de ocupação.

Isso é um reflexo do grande aumento de pacientes com sintomas de respiratórios nos últimos dias, que gera uma pressão no sistema de saúde. Segundo o boletim, já não há mais leitos de enfermarias para pacientes com suspeita de covid-19 na rede pública. Dos 220 leitos reservados, 107,3% estão ocupados, o que mostra claramente que o atendimento superou a capacidade. Considerando a rede SUS e a rede Suplementar, a ocupação de leitos de enfermarias em BH está em 73,2%, no nível vermelho.

Já os leitos de UTI na cidade para casos de covid-19 estão com ocupação de 60,7%, no nível amarelo. A transmissão média por infectado segue subindo e chegou nesta segunda-feira em 1.18, isso significa que a cada 100 infectados, outras 118 pessoas são infectadas.

Na última semana, o secretário municipal de saúde, Jackson Machado pediu cautela na analise dos números pois, segundo ele, nem todos os pacientes internados em leitos exclusivos para covid-19 estão com covid, mas com algum sintoma similar que pode indicar gripe ou covid-19 e como os exames não ficam prontos imediatamente, eles acabam sendo colocados na estatística como pacientes da ala exclusiva para covid-19.

Desde a última sexta-feira (31/12) foram confirmados 114 novos casos de covid-19 em BH e três mortes ocorreram pela doença. 

Colunistas

Carregando...

Enquete

Carregando...

Saiba mais