Carregando...

Saúde

Capitão Britânico Tom Moore morre aos 100 anos vítima da Covid-19

No ano passado, ele conseguiu arrecadar cerca de 33 milhões de libras para o sistema público de saúde britânico percorrendo seu jardim por 100 vezes

Por Fernando Motta

O capitão britânico Tom Moore, que se tornou um herói nacional com iniciativas de arrecadação recordes para o combate à pandemia, morreu aos 100 anos vítima da Covid-19.

Moore arrecadou mais de 30 milhões de libras esterlinas para profissionais de saúde percorrendo seu jardim 100 vezes durante o lockdown do ano passado.

Ele estava internado no hospital de Bedford depois de ser diagnosticado com o coronavírus no sábado.

O veterano da Segunda Guerra Mundial cativou o público em abril, pouco antes de seu 100º aniversário, quando foi filmado fazendo sua caminhada patrocinada com a ajuda de um andador ao redor de seu jardim no vilarejo de Marston Moretaine, a 80 quilômetros de Londres.

Ele esperava arrecadar mil libras esterlinas. Ao invés disso, arrecadou cerca de 33 milhões para o Serviço Nacional de Saúde, quebrou dois recordes do Guinness, foi transformado em cavaleiro pela rainha Elizabeth

O NHS, sistema de saúde público da Inglaterra, publicou um agradecimento ao capitão após a notícia da morte. "Obrigado por tudo, Capitão Sir Tom Moore. Você foi um símbolo de esperança durante todo este período terrível. Você nunca será esquecido", diz a nota.

Enquete

Carregando...

Colunistas

Carregando...

Podcasts

Carregando...

Saiba mais