Carregando...

Saúde

Imagem: Arte: reprodução internet

Cresce o índice de transmissão de covid-19 em Belo Horizonte

RT permanece na zona verde, mas crescente; ocupação de leitos de UTI segue no nível amarelo e de enfermarias no verde, ambas em queda

Por Marcello Oliveira

O boletim epidemiológico da prefeitura de Belo Horizonte desta quinta-feira (05) apresentou alta em um dos índices e queda em dois. A transmissão média por infectado com covid-19 segue no nível verde, mas com mais uma pequena alta comparada ao último boletim, enquanto a ocupação de leitos de UTI e enfermaria exclusivos para covid-19 subiu.

Na terapia Intensiva, a ocupação foi de 59% na quarta (04) para 57,6% nesta quarta (04), ainda na zona amarela, a intermediária. A ocupação de leitos de enfermaria caiu de 44,8% no boletim anterior para 44,5% nesta quinta, na zona verde. Vale lembrar que com a diminuição na demanda por internações por covid-19, vários leitos exclusivos para a doença foram desmontados na cidade.

A transmissão por infectado na cidade se manteve na zona verde, mas com mais uma alta. Foi de 0,92 para 0,94 se consolidando na zona verde, considerada de controle, apesar do aumento do índice. Isso significa que cada 100 infectados, transmite o vírus para outras 94 pessoas, revelando que a pandemia agora segue ritmo decrescente na capital.

Os números de novos casos preocupam por estar muito alto. Em 24 horas foram registrados 826, novos casos de covid-19 em BH e 30 pessoas morreram pela doença no mesmo período.

Variante Delta em MG

O alerta com a variante Delta da Covid-19 é uma preocupação mundial. E em Minas Gerais não é diferente. O estado confirmou o quarto caso da cepa no território mineiro. O novo infectado é um morador de Virginópolis, na Região do Rio Doce. A informação foi confirmada pelo secretário de Estado de Saúde (SES/MG), Fábio Baccheretti, em entrevista coletiva hoje a tarde. 

Já estavam confirmados outros três casos: um em Juiz de Fora, na Zona da Mata, e outros dois em Belo Horizonte. De acordo com Baccheretti, os contatos do último caso estão sendo monitorados para verificar se houve a transmissão comunitária.

A variante Delta vem sendo identificada em transmissão comunitária em outras cidades da região sudeste. Outro fato que preocupa as autoridades de saúde de Minas. Por causa disso, está tendo um reforço de testagem nas cidades que fazem fronteira. 

A variante Delta foi detectada inicialmente na Índia no final do ano passado. Ela é considerada mais transmissível do que outras cepas do coronavírus.



Enquete

Carregando...

Colunistas

Carregando...

Podcasts

Carregando...

Saiba mais