Carregando...

Saúde

Imagem: Arte: reprodução internet

Em dia de anúncio da volta dos eventos, BH tem queda nos índices da pandemia

Agora a cidade apresenta dois, dos três índices, na zona verde e um no amarelo; transmissão da covid-19 completa um mês na faixa de controle

Por Marcello Oliveira

Os números em queda dos indicativos da pandemia em Belo Horizonte foram decisivos para a maior flexibilização do funcionamento do comércio e a volta da realização de eventos na cidade e que foram anunciadas nesta quinta-feira (01) pela prefeitura de BH. Como anunciado no início da tarde pelo secretário municipal de saúde, Jackson Machado, houve queda em todos os indicativos usados para definir a reabertura da cidade: transmissão média por infectado – que hoje completa 30 dias na zona de controle - , na ocupação de leitos de UTI e nos leitos de enfermaria, que nesta quinta voltou à zona mais baixa, a verde.

Na terapia Intensiva, a ocupação foi de 69,5% na quarta-feira (30) para 65,1% nesta quinta-feira (01), ainda na zona amarela, a intermediária. A ocupação também caiu e foi de 51,5% no boletim anterior para 49,1% hoje e com isso, deixou a zona amarela, de alerta e entrou na faixa verde.

A transmissão por infectado na cidade, que havia caído para 0,89 na última terça (29), manteve o índice nos dois últimos dias, se consolidando no nível verde, considerado uma zona de controle da transmissão local do coronavírus, há 30 dias. Isso significa que cada 100 infectados, transmite o vírus para outras 89 pessoas, revelando que a transmissão já está em um nível de controle na cidade, uma vez que ele está nessa condição favorável há um mês.

Os números de novos casos e de óbitos, porém, ainda preocupam muito por estarem muito altos. Em 24 horas, foram registrados 519 novos casos de covid-19 em BH e 20 pessoas morreram no mesmo período.

Enquete

Carregando...

Colunistas

Carregando...

Podcasts

Carregando...

Saiba mais