Saúde

  1. Notícias
  2. Saúde
  3. Mulher vinda da África é internada em BH; médicos investigam suspeita de Ômicron
Imagem: PBH / Divulgação

Mulher vinda da África é internada em BH; médicos investigam suspeita de Ômicron

Paciente deixou o Congo e passou pela Turquia, antes de desembarcar na capital. Mulher será encaminhada ao Eduardo de Menezes


Por Lucas Rage

Belo Horizonte investiga um possível caso de Covid-19 importado do Congo, na África Central. Investigação acontece em meio a um surto da variante Ômicron da doença, que voltou a elevar o alerta para o Novo Coronavírus pelo mundo.

Segundo a Prefeitura de BH, trata-se de uma mulher que deixou o Congo no dia 17 de novembro, passou pela Turquia, desembarcou em São Paulo no dia 20 de novembro e nesta mesma data chegou na capital. Segundo a PBH, os sintomas começaram no dia 22 de novembro, e ela procurou atendimento na UPA do Hospital Odilon Behrens no último domingo (28).

Ainda conforme a Prefeitura, a paciente não se vacinou contra a Covid-19, mas testou negativo para a doença antes de embarcar no Congo. Agora, cabe ao Centro de Informações Estratégicas de Vigilância em Saúde (CIEVS) a realização da genotipagem do vírus, 

A paciente foi internada em leito de isolamento e será encaminhada para o Hospital Eduardo de Menezes, referência no tratamento à Covid-19 em BH.

CIEVS monitora variantes 

O CIEVS realiza um monitoramento contínuo para acompanhar suspeitas de surtos e novas variantes precocemente, além de outras situações relacionadas à transmissão da Covid-19. 

A Secretaria Municipal de Saúde segue realizando o acompanhamento permanente da situação. A Prefeitura esclarece que é necessário manter as mesmas recomendações sanitárias como o uso correto de máscaras, evitar aglomerações, lavar as mãos com frequência e manter a situação vacinal em dia.

Colunistas

Carregando...

Enquete

Carregando...

Saiba mais