Carregando...

Saúde

Nesta segunda-feira alunos do ensino fundamental voltaram a frequentar as salas de aula em mais uma etapa de reabertura das escolas em Belo Horizonte, que começou com o retorno dos alunos de até 5 anos. Foi quase 1 ano e meio de paralisação em que crianças e adolescentes passaram boa parte do seu ano letivo em casa.

Para saber se esse isolamento social afetou o desenvolvimento psicológico dos jovens, o programa RadioCast de hoje conversou com a psicóloga Lucinda Mendonça. Ela pontuou que os pais devem ficar atentos aos sinais de que seus filhos não estejam bem, como choro excessivo, irritabilidade, compulsão alimentar e sono exagerado.

Percebendo esses problemas emocionais, os pais devem sempre optar pelo diálogo criando uma conexão com seus filhos e em casos mais graves deve-se procurar ajuda psicológica.

Lucinda lembrou que os filhos sempre seguem os exemplos dos pais, que também devem ficar atentos à própria saúde emocional.

Por fim, a psicóloga disse que ainda é cedo para afirmar com certeza como a pandemia afetará psicologicamente o futuro desses jovens.

Acesse a entrevista completa abaixo:


Enquete

Carregando...

Colunistas

Carregando...

Podcasts

Carregando...

Saiba mais