98 Live - Logo
  1. News
  2. Polícia
  3. Caso Henry: babá confessa que mentiu em depoimento e admite agressões ao menino

Caso Henry: babá confessa que mentiu em depoimento e admite agressões ao menino

Thayná de Oliveira afirmou ter ocultado informações sobre agressões de Dr Jairinho a pedido da mãe do menino

Por Estadão Conteúdo - Polícia13/04/2021
  • whatsapp
  • facebook
  • twitter

A babá Thayná de Oliveira Ferreira, responsável pelo menino Henry Borel, admitiu ter mentido em seu depoimento à polícia sobre a morte da criança, ocorrida no dia 8 de março no Rio de Janeiro.

Segundo a advogada da babá, a profissional teria apagado mensagens do WhatsApp nas quais relatava agressões do namorado da mãe do garoto, o vereador Jairo Souza Santos Júnior, o Dr. Jairinho. Em mais de 7 horas de depoimento, ontem, Thayná teria agido assim a pedido de Monique, mãe do menino Henry.

Thayná afirmou no depoimento que não viu as agressões do político contra o menino, mas soube que ocorriam - pelo menos duas vezes.

A babá afirmou ainda que outras pessoas - uma empregada e parentes do casal - sabiam das agressões de Dr. Jairinho contra o menino. A profissional também disse aos policiais que mentiu por ter medo de Dr. Jairinho. 

É possível que, com o depoimento de Thayná, o inquérito se acelere e, com a denúncia pelo Ministério Público, seja pedida a prisão preventiva de Dr Jairinho e Monique. A dupla foi detida por 30 dias, e é acusada de atrapalhar as investigações da morte de Henry Borel.