98 Live - Logo
  1. News
  2. Polícia
  3. Família feita refém no Belvedere pediu socorro usando sacola escrita com batom

Família feita refém no Belvedere pediu socorro usando sacola escrita com batom

Presos no banheiro, mãe e os dois filhos escreveram mensagem de SOS e penduraram na janela. Casal que fazia caminhada na rua viu e chamou a PM

Por Fernando Motta - Polícia01/03/2021
  • whatsapp
  • facebook
  • twitter

Dois assaltantes invadiram um apartamento no bairro Belvedere, região Centro-Sul de Belo Horizonte, na tarde desta segunda-feira (1º) e fizeram uma mulher e dois filhos reféns.

O prédio, que fica na Rua Elza Brandão Rodarte, passou por uma varredura da Polícia Militar no início da noite porque havia a suspeita de que os bandidos ainda estivessem no local. Eles não foram localizados.

O apartamento invadido fica no quinto andar do prédio. Um dos moradores, o jovem H.L., de 19 anos, contou que estava em casa no momento do assalto. A dupla entrou arrombando a porta da cozinha. Segundo o morador, os criminosos têm cerca de 20 anos e recebiam ordens de uma outra pessoa pelo telefone.

"Eles estavam nervosos. Estavam recebendo ordens de uma outra pessoa pelo celular. Ouvimos tudo porque estava no viva-voz", conta.

Ele relata que os bandidos entraram segurando duas chaves de fenda. Na cozinha, eles pegaram facas e retiraram o interfone do gancho para dificultar o pedido de socorro.

H.L., o irmão, de 16 anos, e a mãe, de 48, foram amarrados com cadarços de tênis e levados para um banheiro, onde permaneceram por quase duas horas. Os assaltantes reviraram o apartamento e levaram dinheiro, joias e dois telefones celulares.

O morador diz que conseguiu ficar tranquilo durante a ação dos bandidos. "Fiquei inacreditavelmente tranquilo. Mas estava todo mundo sem entender, desacreditados de que estava acontecendo isso dentro de um prédio".

Ainda não se sabe dizer como os assaltantes conseguiram entrar no edifício, que tem portaria e câmeras de segurança.

Pedido de socorro escrito em sacola

Trancados no banheiro, H.L. conta que a mãe estava nervosa e chegou a gritar por socorro. Ele diz que tentou acalmá-la, temendo que os bandidos ainda estivessem no apartamento.

Mais tarde, ela teve a ideia de usar um batom e uma sacola para escrever o pedido de socorro.

"SOS chame PM. Prédio assaltado", dizia a mensagem.

A sacola foi pendurada na janela do banheiro e avistado por um casal que fazia caminhada na rua vizinha. A polícia foi acionada e se encaminhou para o edifício.

Crime pode ter sido planejado

H.L. diz que acredita que o crime tenha sido planejado e que os bandidos queriam entrar especificamente no apartamento dele. "Invadiram só um apartamento específico no meio do prédio, não faz sentido".

Apesar dos momentos de terror, H.L. pondera com certo alívio pelo fato de que a família não tenha se ferido durante a ação. "Menos mal que não machucou ninguém", finaliza.