98 Live - Logo
  1. News
  2. Saúde
  3. Todos os índices que monitoram a evolução da pandemia em BH voltam a subir

Todos os índices que monitoram a evolução da pandemia em BH voltam a subir

Índice RT subiu pelo segundo dia seguido e ocupação de leitos de UTI e enfermaria seguiram a alta

Por Marcello Oliveira - Saúde20/04/2021
  • whatsapp
  • facebook
  • twitter

Nesta terça-feira (20), todos os índices que monitoram a evolução da pandemia em BH tiveram alta. O nível de transmissão de Covid-19 em Belo Horizonte subiu pelo segundo dia seguido, mas ainda mantém o nível verde. A ocupação de leitos de UTI e enfermaria para Covid-19 em BH voltou a subir, segundo o boletim epidemiológico divulgado pela prefeitura de Belo Horizonte no início da noite desta terça. Na terapia Intensiva a ocupação subiu de 81,1% na segunda-feira (19) para 83,1% nesta terça-feira. O número está na zona vermelha, de alerta máximo. A ocupação nas enfermarias, mesmo em alta, permanece no nível amarelo. Na última segunda estava em 58,9% e agora em 59,1%.

O índice RT, que mede o nível de transmissão por infectado na cidade, teve alta, mas se mantendo na zona verde pelo 16º dia seguido e subiu de 0,90, ontem para 0,92 hoje. Na sexta-feira (16) estava em 0,87 Isso significa que cada grupo de 100 infectados, transmite o vírus para 92 pessoas. Segundo os epidemiologistas, se esse indicativo permanecer no nível verde por pelo menos duas semanas, considera-se que a transmissão do vírus está sob controle na cidade. Já estamos há 16 dias na zona verde do indicativo e nos próximos dias já devemos sentir o reflexo disso com menos novos casos, menos internações e, consequentemente, menos óbitos. O infectologista Carlos Starling, do comitê de enfrentamento da pandemia da PBH, informou que “o importante é se manter abaixo de 1,0, se estivermos abaixo disso, estaremos sob controle”.

Uma preocupação neste momento é grande número de casos confirmados de Covid-19 e de óbitos pela doença. Nesta terça foram contabilizados mais 1.578 novos casos em 24 horas em Belo Horizonte e 46 óbitos também em 24 horas.