Carregando...

Mercado Automotivo

Imagem: Reprodução da internet

Disparada do mercado faz Minas vender quase sete mil carros usados por dia

Falta de 0km nas concessionárias fez vendas de carros seminovos crescerem 20,7% em um ano no estado

Por Marcello Oliveira

O mercado de veículos no Brasil entrou em uma montanha russa em 2021. A falta de componentes eletrônicos, como os semicondutores, afetou a distribuição de carros em todo o mundo o que fez com que os veículos usados fossem supervalorizados. Para se ter uma ideia do salto no setor, até o momento, as vendas de seminovos e usados no país registram alta de 29,8% no acumulado de 2021 em comparação com o ano passado. A informação é da Associação dos Revendedores de Veículos no Estado de Minas Gerais (Assovemg), que completa 26 anos em dezembro. Ainda de acordo com a associação, em Minas foram vendidos, só em outubro, uma média diária de 6.858 veículos seminovos e usados, representando uma alta de 20,7% no panorama anual. Os dados associados ao avanço da vacinação e o retorno do comércio sem restrições, corroboram com a expectativa de que a demanda   se mantenha em patamares elevados em 2022. 

 Os revendedores estão tão animados que em 01 de dezembro irão premiar as revendas que mais se destacaram em Minas Gerais. “Serão duas categorias na escolha de três revendas Top of Mind e as três que mais se destacaram em inovação na pandemia. As três escolhidas de cada categoria serão premiadas.  Terei a honra de receber o resultado em primeira mão e guardar o segredo até o dia da confraternização. Será um momento muito aguardado e único para todos nós” conta a executiva da Associação Vania Abreu. 

 A falta de carros novos no mercado fez disparar a procura por usados, inflacionando o mercado. Dependendo do modelo, as montadoras pedem até 300 dias de prazo para a entrega, mesmo assim, sem promessa que irão conseguir entregar dentro período estipulado. 

Enquete

Carregando...

Colunistas

Carregando...

Podcasts

Carregando...

Saiba mais