Turismo

  1. Entretenimento
  2. Turismo
  3. A Capital do Brasil
Imagem: SETUR-DF

A Capital do Brasil

Fundada em 21 de abril de 1960, Brasília está completando 62 anos


Entretenimento

Cristiano Lopes

Bacharel em Turismo, colunista do Se Liga Na Trip, do programa Radiocast


Brasília não é um município, nem um estado. Ela pertence ao Distrito Federal e não possui prefeito. Brasília é uma das 31 regiões administrativas do DF, assim como Planaltina, Taguatinga, Gama, entre outras. Localizada no Planalto Central, no centro-oeste brasileiro, a Capital Federal possui o traçado original e as construções idealizadas pelo urbanista Lúcio Costa e o arquiteto Oscar Niemeyer, que fizeram dessa cidade o primeiro bem moderno inscrito pela UNESCO na lista de Patrimônio Cultural da Humanidade, em 1987. A cidade é o maior museu a céu aberto do mundo com obras de Oscar Niemeyer, possui o maior lago urbano artificial do mundo e tem o centro urbano mais arborizado e com a maior metragem quadrada de área verde do planeta.

 

A capital do Brasil é uma verdadeira obra de arte modernista a céu aberto. A cidade, especificamente o Plano Piloto, é o maior exemplo da aplicação do urbanismo moderno. O documento Brasília Revisitada, escrito por Lúcio Costa em 1987, apresenta a organização do traçado original em quatro escalas urbanas: 

- Monumental: Onde estão localizadas as construções da cidade idealizadas por Oscar Niemeyer, como a Praça dos Três Poderes, a Esplanada dos Ministérios e a Catedral Metropolitana;

- Residencial: Asas Norte e Sul, com superquadras residenciais entremeadas por áreas comerciais, sendo que as construções são distribuídas por setor de atividade: diversões, hoteleiro, comercial, bancário, entre outros;

- Gregária: Onde as dimensões e o espaço são reduzidos e concentrados a fim de criar um clima propício ao agrupamento

- Bucólica: Áreas abertas destinadas a áreas lacustres e/ou campestres.

 

Essas quatro escalas compõem um só corpo, inspirado no formato da cruz e popularmente comparado ao formato de um avião. Soma-se a isso, as obras de artistas internacionalmente consagrados como Bruno Giorgi, Alfredo Ceschiatti e Burle Marx, que igualmente contribuíram para a beleza da capital.

 

A viagem partindo de Belo Horizonte de avião até Brasília tem duração média de 1 hora e 20 minutos. O trajeto rodoviário apresenta percurso total de 734 Km, sendo percorrido de carro em aproximadamente 10 horas. O mesmo trajeto de ônibus é realizado em cerca de 12 horas.

 

O que visitar na Capital Federal? A Secretaria de Turismo do Distrito Federal criou a Coleção Rotas de Brasília, um trabalho com o objetivo de ressignificação pelo novo olhar para o turismo. Com isso, foram criaram 12 rotas turísticas que inclusive estão disponíveis para serem visitadas através de tour virtual. Vale a pena conhecer! Acesse: www.turismo.df.gov.br

 

Para o nosso roteiro do #SeLigaNaTrip vou sugerir 4 rotas turísticas e seus principais atrativos:

1-     Rota Cívica: Praça dos Três Poderes – Executivo: Palácio do Planalto, Legislativo: Congresso Nacional e Judiciário: Supremo Tribunal Federal; escultura “Os Dois Guerreiros” de Bruno Giorgi, em homenagem aos bravos candangos que construíram Brasília; Museu Nacional da República; Panteão da Pátria e da Liberdade (Memorial Tancredo Neves); Espaço Lúcio Costa; Pavilhão Nacional, onde fica o mastro da Bandeira Nacional; Palácio da Alvorada; Palácio Itamaraty; Palácio da Justiça; Memorial JK; Museu do Catetinho I, a primeira residência oficial do Presidente JK e o Quartel General do Exército;

2-     Rota Cultural: Catedral Metropolitana de Brasília; Museu Nacional; Biblioteca Nacional; Teatro Nacional Cláudio Santoro; Planetário; Complexo Cultural da Torre de TV; Estádio Mané Garrincha; Centro Cultural Banco do Brasil; Centro Cultural da Caixa; Espaço Cultural Renato Russo; Memorial dos Povos Indígenas; Santuário Dom Bosco, a igreja dos vitrais azuis dos salesianos; Cine Brasília, onde acontece o Festival de Brasília do Cinema Brasileiro e Cine Drive In, localizado dentro do Autódromo Nelson Piquet, único do gênero da América Latina, com capacidade para receber até 400 veículos por sessão;

3-     Rota do Cerrado: Floresta Nacional de Brasília - FLONA; Parque Nacional de Brasília – Água Mineral; Jardim Botânico; Jardim Zoológico; Parque Sarah Kubitschek, maior parque da América Latina; Brasília Rural, que são propriedades rurais abertas a visitação e Salto do Tororó, localizada a 50 km da cidade, composto por cachoeira e atividades de ecoturismo;

4-     Rota Náutica: O Lago Paranoá possui 110 km de extensão, sendo um dos mais importantes pólos náuticos do Brasil. Outros atrativos da rota são: Pontão do Lago Sul; Parque Ecológico Península Sul; Ponte JK; Orla JK, um sinuoso calçadão com ciclovia, parque e complexo gastronômico; Calçadão da Asa Norte; Prainha do Lago Norte, com possibilidade de praticar natação, stand-up paddle, pedalinho e caiaque; Parque Deck Sul e Ermida Dom Bosco, local para curtir um incrível pôr-do-sol onde está localizado o letreiro: EU AMO BRASÍLIA.

 

Brasília possui uma hotelaria ampla composta por hotéis de redes internacionais e nacionais, além de hotéis independentes que totalizam aproximadamente 220 estabelecimentos de hospedagem e mais de 20.000 leitos. A gastronomia é muito diversificada e existem múltiplas opções de restaurantes para todos os bolsos e gostos. Vale ressaltar que a Capital Federal recebe pessoas de todas as regiões do país, especialmente os nordestinos, com isso as misturas de sabores e temperos é algo que faz parte da cultura do brasiliense. A turismóloga Carolina de Moro, que mora em Brasília, indica o tradicional restaurante Xique Xique, estabelecimento que oferece comida nordestina tendo como prato principal a carne de sol com os seguintes acompanhamentos: paçoca de carne, mandioca, feijão de corda e arroz. É uma delícia! Outra tradição são as cafeterias, com destaque para a fantástica Casa de Biscoitos Mineiro e Ernesto Café.

 

O #SeLigaNaTrip vai sugerir 5 experiências incríveis para você curtir em Brasília:

1.     Passeio de barco no Lago Paranoá: duração aproximada de 60 minutos, saindo em média a R$ 50,00;

2.     Café da manhã no Jardim Botânico ou na Hípica Lago Sul;

3.     Piqueniques nos parques da Capital Federal;

4.     Vista panorâmica de Brasília no mirante da Torre de TV, que possui 224 metros de altura. Detalhe: entrada “free”. Entre no Instagram [@torredetvbrasilia] e confira a vista panorâmica espetacular da Capital Federal;

5.     Feira de Artesanato da Torre de TV: surgiu de forma espontânea, mas é contemporânea ao movimento hippie dos anos 60 e 70. Hoje em dia, além do artesanato foi incorporada a área de gastronomia e esse espaço se tornou um ponto turístico obrigatório no roteiro turístico.

 

Em novembro de 2021, Brasília foi considerada a oitava cidade mais instagramável do mundo. De acordo com o levantamento da empresa britânica Design Bundles, a Capital Federal ocupou posição de destaque entre as cidades que são tombadas pela UNESCO mais marcadas pelos internautas do mundo em suas postagens nas redes sociais, chegando a 13.277.931 posts. Brasília ficou na frente de lugares como Verona, na Itália; Grand Canyon, nos Estados Unidos; Bali, na Indonésia e as obras de Gaudi em Barcelona, na Espanha.  

Agora é a sua vez de montar o seu roteiro e curtir o que Brasília tem para te oferecer. Ahhh, não esqueça de postar as fotos para melhorar ainda mais o ranking da Capital Federal nas redes sociais. Boa viagem!


* Esta coluna tem caráter opinativo e não reflete o posicionamento do grupo.
Colunistas

Carregando...

Enquete

Carregando...

Saiba mais